segunda-feira, 31 de maio de 2010

Visita de Dom Anuar Battisti ao Seminário Propedêutico


Nesta segunda-feira, 31 de maio, Dom Anuar Battisti visitou os seminaristas do Seminário Propedêutico Santo Cura d’Ars (Mandaguaçu) a primeira etapa de formação dos seminaristas de nossa Arquidiocese.

Num momento de conversa, o arcebispo e os seminaristas aproveitaram para se conhecer melhor e conversar sobre a vocação e a vida de seminário.

Embora não tenha sido muito longa, devido a outros compromissos, a visita de Dom Anuar foi uma ótima ocasião de confraternização e convívio, onde sentimos a presença de nosso Pastor ao lado daqueles que com humildade almejam de coração o sacramento da Ordem para servir à Arquidiocese de Maringá.

Rodrigo Gabriel Matos
Seminarista do Propedêutico

sábado, 29 de maio de 2010

9° Domingo do Tempo Comum: Solenidade da Santíssima Trindade


Luz, esplendor e graça na Trindade e da Trindade


A solenidade da Santíssima Trindade é celebrada no primeiro domingo depois de Pentecostes. O papa João XXII introduziu a festa em toda a Igreja no ano de 1334, consistindo no mistério de Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Santo Irineu utiliza o termo Trindade para fazer uma exposição da economia de salvação, ou seja, a disposição escolhida por Deus em suas sucessivas iniciativas, que encontram seu ápice no envio de seu Filho e no dom de seu Espírito.

O termo Trindade surge em meados do século II, com Teófilo de Antioquia. No século IV São Jerônimo falará da fé na Trindade, associando-a à unidade da Igreja. Para Santo Atanásio, a nossa fé consiste em crer na Trindade Santa e perfeita, que é o Pai, o Filho e o Espírito Santo; no sentido que o Pai cria todas as coisas, por meio do Verbo, no Espírito, afirmando com isso, a unidade da Santíssima Trindade.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

São Filipe Néri: o Santo da Alegria



Para quem vive de mau humor ou de mal com a vida, aqui está um santo que pode mudar muitos conceitos. Seu nome é Filipe e nasceu na Florença em 1515, vindo a morar em Roma posteriormente. Para ter uma idéia de seu temperamento, seu apelido era “Pippo buono” (Pipo, o bom), pois era muito otimista e alegre, contudo, não deixou de viver a “dureza” do caminho de santidade.

Não era um santo triste, muito pelo contrário! Vivia a fazer palhaçadas pelas ruas de Roma e as pessoas à sua volta sempre se sentiam bem e alegres...

Filipe também não se cansava de ajudar os pobres e organizou vários oratórios para ocupar os meninos de rua. Quando se queixavam do barulho de seus meninos, ele respondia: “Contanto que não pratiquem o mal, ficaria satisfeito até se me quebrassem paus na cabeça”. Um dia, também estava ele a pedir esmolas para seus pobres e um homem, que se sentiu importunado, deu-lhe um soco. Filipe sorriu e lhe disse: “este é para mim, agora me dê algum dinheiro para os meus meninos”.

Tornou-se padre aos 36 anos e fundou uma congregação religiosa para a educação de jovens. Também era um homem de profunda oração. Certa vez, a rezar, teve um êxtase e sentia que seu coração se dilatava no peito de amor a Deus e aos irmãos. Já no leito de morte, aos 80 anos, sentia-se culpado por estar em uma cama limpa e macia enquanto Cristo morreu pregado na cruz. Após a morte, a 26 de maio de 1595, verificaram que sobre seu tórax havia uma estranha curva das costelas. É que seu coração havia se dilatado também fisicamente.

Este é realmente um santo que se deixou abrasar pelo amor de Deus. Entregou-se a esse amor e deixou que o Espírito Santo o modelasse numa santidade bem próxima da divina.

Oremos: Ó Deus, que não cessais de elevar à glória da santidade os vossos servos fiéis e prudentes, concedei que nos inflame o fogo do espírito Santo que ardia no coração de São Filipe Neri. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

São Filipe Néri, rogai por nossos jovens!

Rodrigo Gutierrez Stabel
Seminarista 3º ano de Teologia

terça-feira, 25 de maio de 2010

Tempo Comum: tempo de santidade

Passada a Grande Festa de Pentecostes: o envio do Espírito Santo sobre a Igreja, voltamos a celebrar e a viver o tempo comum na liturgia. Recomeçamos da 8ª semana, de onde havíamos parado antes da Quaresma. Neste tempo, o padre usa a cor verde e tudo parece voltar ao “normal” de nossas vidas.

Contudo, esse nosso cotidiano está agora repleto de uma presença muito importante, que é o próprio Deus, o Espírito Santo enviado a nós em Pentecostes. Agora temos uma presença que nos santifica, simplesmente, no nosso dia-a-dia. Voltar para a rotina, não quer dizer relaxar e viver de uma maneira indigna, ao contrário, podemos viver na santidade que o Senhor nos convida.

Como tantos homens e mulheres na Igreja, somos chamados a deixar que o Espírito Santo, Fogo Abrasador, venha nos moldar na santidade do próprio Deus, para sermos tal qual é Jesus. Pois ele nos disse: “Eu vos dou um novo mandamento: que vos ameis uns aos outros como eu vos amei!”. O fogo transforma em amor tudo o que dele se aproxima e se deixa transformar por seu poder consumidor. Deixemo-nos, então, transformar em amor, como “Deus é amor”, pelo poder da chama viva de amor do Espírito Santo!

Convido você a conhecermos a vida de alguns homens e mulheres que se deixaram moldar pela santidade de Deus! Vamos postar aqui no Blog a vida de alguns santos, acompanhe conosco.

Rodrigo Gutierrez Stabel
Seminarista 3º ano de Teologia

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Deus é pop: Como os jovens brasileiros – que estão entre os mais religiosos do mundo – expressam sua fé em novos ritos, novas igrejas e até na internet


Não é verdade que os jovens não querem buscar uma religião, mas essa deve ser do seu modo, porque o rigorismo das Igrejas tradicionais os incomoda, isso é evidenciado na “pesquisa feita por um instituto alemão que mostra que 95% dos brasileiros entre 18 e 29 anos se dizem religiosos e 65% afirmam ser profundamente religiosos”.

Um fenômeno cultural, social e espiritual que vem inquietando sociólogos e líderes religiosos são as formas inovadoras que os jovens vem buscando para expressar o que eles realmente são, dentro da cultura, meio social e na religião. A juventude busca por espaço no meio social como “água no deserto”. Então nas suas elucubrações buscam ser “o diferente”, a fim de serem percebidos por aqueles que os rodeiam, mas ser “o diferente” (brincos, alargadores de orelha, tatuagem, piercings nas mais diversas partes do corpo, pulseiras, maquiagem, estilo de roupa, atitudes e comportamentos) faz com que no contexto da sociedade vigente secularizada crie-se um estereótipo negativo a respeito da juventude.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Uma missão inesquecível


Neste último fim de semana, os seminaristas da etapa de teologia da Arquidiocese de Maringá estiveram reunidos na comunidade Papa João XXIII, em Marialva para realizar a chamada "missão", que na verdade são visitas às casas das famílias com orações e bençãos com aspersão de água e encontros de animação e fortalecimento da comunidade.

Esse trabalho teve início no sábado (16) pela manhã quando nos reunimos no CESOREMA (Centro de Eventos Sociais e Religiosos de Marialva), juntamente com os leigos da comunidade para rezarmos o Ofício Divino das Comunidades, preparado pelos seminaristas Paulo Berto, Geovani e Joseir a fim de que nossos trabalhos fossem guiados pelas mãos de Deus, nosso Pai. Logo depois houve a divisão dos seminaristas e dos trabalhos e demos início às visitas das casas.

Confira as fotos...

sábado, 8 de maio de 2010

Feliz dia das MÃES!!!!!!!!


MÃE,
Você me ensinou a me importar com as pessoas,
A perceber seus sentimentos, e compreender seus problemas.

De tudo o que você me ensinou,
Estas devem ser as coisas mais importantes,
E são também as qualidades que eu mais gosto em você,

E eu só espero que as pessoas vejam o mesmo em mim...
Então, Mãe, no seu dia, eu quero dizer a você,
O quanto você significa para mim,
E não só porque você é a minha mãe,

Mas também por ser uma pessoa que eu admiro e amo muito.


MÃE,
Você que me carregou no seu ventre por nove meses, sem se queixar.
Você que cuidou de mim sem se importar com o amanhã.

Você que reclama, fala... mas para o meu bem, sempre tem razão.
E ainda é a peça fundamental do quebra-cabeça da minha vida.

É mamãe, você pode não saber o quanto eu te amo, deve ser porque não o expresso.
Mas meu coração fica radiante quando chego em casa e encontro-a ao meu lado.

Mas o mais importante é que o meu mundo não é nada se você não estiver nele.

TE AMO!!!

FELIZ DIA DAS MÃES!!!

São os sinceros votos de todos os seminaristas da
Arquidiocese de Maringá a todas as mães,
que são modelo de vida e exemplo de amor!!!

domingo, 2 de maio de 2010

21ª Romaria do Trabalhador: um momento de fé e luta!!!



A 21ª Romaria do trabalhador foi realizada na cidade de Cruzeiro do Sul, tendo sido organizada pelas paróquia São Judas Tadeu (Cruzeiro do Sul) e Nossa Senhora de Lourdes (Paranacity). A romaria teve seu início na praça da Igreja Matriz e depois uma caminhada de 4 quilômetros que marca a caminhada que cada trabalhador realiza a cada dia em busca de dignidade e justiça em seu trabalho.

A cada ano a romaria se firma em nossa Arquidiocese como sendo um espaço de luta por dignidade, justiça, mas como sendo também um momento de fé e amor onde celebramos a vida do trabalhador e trabalhadora que com o seu suor não cessam esforço para agradecer a Deus por tantas maravilhas que Ele faz em seu favor.

Confira as fotos!!!

Romaria do Trabalhador!!!


Ontem, primeiro de maio, a Arquidiocese de Maringá se uniu aos trabalhadores para celebrar o seu dia. O tema que iluminou as reflexões foi o lema da Campanha da Fraternidade deste ano: “Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro” (Mt 6,24). Inúmeros romeiros das mais diversas paróquias da Arquidiocese e autoridades civis e militares se reuniram na praça da igreja matriz São Judas Tadeu da cidade de Cruzeiro do Sul – PR.

Foram feitas duas encenações, a primeira preparada pela paróquia Sagrado Coração de Jesus de Nova Esperança – PR, ilustrou o dia-a-dia dos trabalhadores que são explorados pelo sistema capitalista, ganham pouco e são submetidos a uma economia que gera morte. A segunda, apresentada pelas famílias do Assentamento da Copavi de Paranacity – PR, que mostrou a tão sonhada ECONOMIA SOLIDÁRIA, que está a serviço da vida, da valorização do ser humano e não do capital.

Após as apresentações seguimos em caminhada para o pré-assentamento Padre Josimo Moraes Tavares (mártir da luta pela Reforma Agrária). Durante a caminhada os romeiros foram convidados a carregar uma pesada cruz até o local da celebração Eucarística, simbolizando as cruzes que os trabalhadores carregam todos os dias em busca de dignidade e salário justo. Chegado o local, a cruz foi fincada no chão como símbolo da romaria dos trabalhadores.
A romaria foi encerrada com a celebração Eucarística, presidida pelo Arcebispo Metropolitano Dom Anuar Batistti, com a presença dos padres da Arquidiocese.
Alécio Carini
Seminarista 2º ano de teologia

Momento de formação e confraternização!!!


No dia 21 de abril, feriado, os seminaristas da etapa da Teologia reuniram-se nas dependências do Seminário Santissíma Trindade e realizaram um estudo do documento lançado pela CNBB para Seminários e Casas de Formação sobre a Lectio Divina. Na parte da tarde realizamos a avaliação da caminhada já realizada até então, tudo sendo coordenado pelo padre reitor Onildo Gorla Júnior e o padre diretor espiritual Luís Knupp.

Mas dentro de tudo isso sobrou um espacinho para um momento de confraternização e alegria, onde nosso amigão Paulo Berto e o Padre Luis tomaram conta da churrasqueira e colocaram o boi pra assar. Não dá pra deixar de dizer dos meninos da cozinha que não deixaram nada faltar: Geovani, Alécio, Joseir, Marcos André e Rodrigo. Você deve estar se perguntando e os demais? Claudemir, Edivaldo, Andrei, Neri, Vanilson, César e Padre Onildo? Bom estavámos todos na torcida pelos churrasqueiros, quer coisa melhor... Confira as fotos...

Foi um momento enriquecedor para a nossa formação espiritual, pastoral e também comunitária.

Isso é fruto do esforço e empenho de nossa Arquidiocese em formar bons pastores. Por isso, você jovem sinta-se chamado a fazer uma experiência vocacional conosco em nosso Seminário. Ali você sentirá o chamado de Deus em sua vida, e quem sabe não venhas um dia a fazer parte de nossa comunidade de formação. Entre em contato: (44) 3224-4965, e informe-se sobre as datas dos encontros vocacionais.

Deus te chama não temas em responder.