terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

ENCONTRO VOCACIONAL - VENHA SER UM PADRE DIOCESANO


Encontro vocacional
Dias 26 e 27 de fevereiro. Início no sábado às 16h30 e encerramento no domingo às 14h.

Local
Seminário Maior Arquidiocesano Nossa Senhora da Glória. Avenida Colombo – Rodovia BR 376, KM 130, saída para Paranavaí, quase em frente ao Catuaí Shopping.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Um novo Diácono para a Arquidiocese de Maringá

Louvores a Deus e agradecimentos aos irmãos e irmãs em minha ordenação diaconal dia 11 de fevereiro de 2011. Abaixo o texto lido por mim ao final da celebração.

“A vida, o amor, a dor, a cruz, a paz. Tudo se junta num viver e expressa-se num ser, em cada ser, em cada homem e mulher, ainda que pequeno.

É o caso deste pequeno homem: quis juntar sua vida, tecida num tapete e entregar ao Sumo Amor que sabe melhor que todos cuidar da vida e realizá-la.

O pequeno homem quis também, assim, que sua vida servisse a outros e se transubstanciasse produzindo vida: aceitou ser pai-pastor.

E iniciou a preparação: oito anos. Ele não esteve sozinho: pai e mãe, pais-pastores, família, amigos, tantos amigos. Ensinando uma canção provisoriamente triste alguns dos familiares e amigos trocaram este chão pela pátria eterna: Maria Edviges e José Marques, Antonia e Júlio Guerra, Júlio Henrique, Elisangela e Rosangela. Foram ao céu interceder pelo pequeno homem.

O anseio por liberdade e verdade e a sede de amor uniu este pequeno homem a outros homens e mulheres numa caminhada cheia de sobressaltos, mas ainda carregada de sentido: pastores, projetos de pastores, mestres e mestras, especialistas em alma humana, doutoras e doutores em artes domésticas e tantas outras vozes e mãos que louvavam a Verdade.

Alguns experientes pais sondaram de perto o pequeno para ensinarem-lhe a paternidade: Altair, Valdir, Sidney, Obelino, Edmar, Luiz, Onildo, Anuar, Jaime: ensinando que não se deve chegar tarde, tem-se que olhar além do muro das dificuldades, há que se disciplinar, é preciso observar-se, e quer nunca se pode descentralizar daquele que merece ser o centro de cada vida.

É chegada a hora deste homem, pequeno homem, próximo de ser pai configurar-se ao Filho Amadíssimo, por meio do serviço no ministério diaconal: Eis aqui, Pai, seu pequeno servo desejoso de ajudar o Senhor a amar seu povo.

Consagrado com a verdade coloco-me a serviço do Amor, a teu serviço Senhor que queres amar e realizar plenamente a vida de teus filhos.


Obrigado irmãos e irmãs
Obrigado, Senhor”.

Diácono Marcos André de Oliveira

Ao Diácono Marcos André as nossas orações e os nossos votos de um ministério fecundo e abençoado pelo Senhor na intercessão de Maria e Santo Cura d'Ars.
Seminaristas da Arquidiocese de Maringá