quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Dom Jaime: um grande Pastor a exemplo de Santo Cura d’Ars


Às vésperas da comemoração do dia de São João Maria Vianey, o Cura d’Ars, padroeiro dos padres diocesanos, os seminaristas do Seminário Arquidiocesano Nossa Senhora da Glória, de Maringá (etapa da Filosofia), receberam a visita do 1º Bispo e Arcebispo de Maringá Dom Jaime Luiz Coelho, que presidiu a Santa Missa em louvor e agradecimento ao dia do padre.

Em sua homilia Dom Jaime contou a história de quando e como o seminário foi fundado, desde a compra do terreno até a construção da casa. Relatava sua determinação e empenho enquanto Bispo diocesano e seu desejo de formar bons padres para a Santa Igreja, padres a exemplo do Santo Cura d’Ars, que estivessem determinados a evangelizar, a entregar-se totalmente pelo Sacramento do perdão (a Penitência), pela Eucaristia e pelo serviço aos irmãos.

Com muita alegria relatou uma de suas visitas a Ars, na França, terra onde o padroeiro dos padres se consumiu pelo povo de Deus. Contava com ênfase o momento em que sentou-se no confessionário do Santo, e ali pediu para que São João intercedesse por ele junto ao Pai, para que nunca nenhum dos fieis que fossem procurá-lo saísse sem uma boa direção, sem um bom conselho. Pedia também fidelidade e amor pelo sacerdócio, pedia força para governar bem o povo que lhe foi confiado, para ser verdadeiramente outro Cristo na terra, e de forma especial na Igreja Católica que se encontra em Maringá.


É sempre uma graça ter um exemplo como o de Dom Jaime entre nós, perceber o quanto aquele jovem sacerdote e depois bispo se consumiu pela Igreja de Cristo, se entregou pela Igreja em Maringá, se despojou de muitos desejos para mostrar o Evangelho. Como ele sempre ressalta, nos pediu para sermos santos padres, para sermos pessoas que acima de tudo mostram o Cristo, padres que realmente vivam seu sacerdócio, padres a exemplo de São João Maria Vianey, o Santo Cura d’Ars.

A Dom Jaime, nosso agradecimento e nossa admiração, nosso reconhecimento por tudo o que ele realizou por nossa Arquidiocese. A todo o povo de Deus pedimos a oração para que sejamos santos e verdadeiros sacerdotes, e que cada vez mais surjam santas vocações sacerdotais, religiosas e leigas em nossa Igreja.

Santo Cura d’Ars, rogai por nós.
José Antônio N. Pontes
Seminarista 2º ano de Filosofia