quarta-feira, 16 de julho de 2014

Responder sim a Deus, tornemo-nos mensageiros da Boa-Nova, escutando a voz do Pai em nosso interior e transmitindo-a aos nossos irmãos.

João Batista diminuiu-se para Cristo aparecer, sendo uma ponte entre o Antigo e o Novo testamentos. É o maior dos profetas, pois pregou a conversão anunciando a vinda de Cristo e mostrou plena certeza de que Jesus é o Messias.

Então, somos questionados: "Você aceita preparar o caminho de Jesus onde você estiver?", pois é preciso responder sim a Deus e anunciar "No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo." (Jo 1,29).

Nosso Papa Francisco para este 51.º Dia Mundial de Orações pelas Vocações, escolheu, como título da sua mensagem: “Vocações, testemunho da verdade”. Segundo as palavras do Santo Padre, “nenhuma vocação nasce por si, nem vive para si. A vocação brota do coração de Deus e germina na terra boa do povo fiel, na experiência do amor fraterno.” Por isso, antes de reconhecermos em cada um de nós esse testemunho, importa centrar todo o nosso coração e o nosso pensamento naquele que nos concede a graça das vocações.

Comecemos por olhar à nossa volta, para aqueles que vieram e estão sentados ao nosso lado. Revelemos admiração pela Sua obra em cada um de nós, em cada uma das nossas vidas. Gratidão por esse Amor infinito e misericordioso. 

Adoração ao Pai pelo que Ele é e por tudo o que faz em nós e através das nossas mãos. Com alegria, oremos.

Pai Santo, que a todos nos chamas:
das casas e das famílias,
das escolas e das paróquias,
dos movimentos e dos grupos,
para sermos um só corpo em Jesus Cristo
e vivermos segundo o Espírito da verdade;
faz de nós autênticos discípulos,
no Matrimônio, no Sacerdócio,
na Vida Consagrada,
na missão e no serviço,
ao encontro do outro
para unificar a nossa existência
e testemunhar a alegria
e a beleza do Evangelho.

Amem.

Evandro Ferreira
Seminarista do segundo ano de Filosofia

Nenhum comentário: